O momento certo para alimentar o seu gato

Os bichanos devem comer pequenas quantidades e muitas vezes. Leia para saber qual é a melhor maneira de organizar as suas refeições diárias.

Sem categoria

Duas vezes?

Servir a comida duas vezes por dia é o método mais conveniente para os donos. Podemos dar a primeira refeição ao sair pela manhã e a segunda ao voltar, mas temos a certeza de que é a melhor escolha para o nosso gato?

A resposta é mais não do que sim. Se, por um lado, os bichanos adoram a rotina, por outro, um espaço de tempo tão grande provoca voracidade e o perigo de regurgitação imediatamente depois da refeição. Além disso, os felinos são animais que gostam de comer, e a impossibilidade de fazê-lo em casa deixa-os muito nervosos.

Ou três?

 

Dividir as refeições em três porções diárias é útil principalmente para os gatos mais jovens. A quantidade diária não deve mudar, mas o aumento da frequência definitivamente ajuda.  No entanto, o problema continua a ser que a maioria dos donos ficam fora de casa o dia todo.

Mediante solicitação e autonomamente.

O método mediante “solicitação” é usado pela maioria dos donos de gatos e consiste em fornecer a comida quando seu bichano se aproxima da despensa e começa a chamar a atenção. A vantagem, neste caso, é que os alimentos nunca são desperdiçados e que há um contacto mais contínuo entre o dono e o animal. No entanto, surgem dois problemas: pode acostumar-se a pedir comida mesmo no meio da noite ou desejá-la quando o dono não está em casa.

 

Neste caso, ter um distribuidor com alimento seco Schesir à sua completa disposição o ajudaria a comer quando estivesse realmente com vontade. E para o alimento húmido? É importante fornecer ambos os tipos de alimento.

A combinação perfeita

Schesir recomenda alternar quotidianamente na dieta do bichano alimentos secos, para fornecer o equilíbrio certo de diferentes nutrientes e para facilitar a remoção de tártaro, e os húmidos, para hidratar o gato que espontaneamente bebe pouco. A proporção entre húmido e seco deve ser definida mais precisamente de acordo com as condições, hábitos e preferências do gato, em qualquer caso pode ser de 50% e 50%.

 

Como muitas vezes acontece, a solução está no meio. Experimente!