O gato no inverno: como ajudá-lo a enfrentar da melhor maneira as temperaturas baixas

No inverno o gato tem necessidades e exigências específicas.

Leia o artigo e saiba como fazê-lo ficar bem mesmo nos meses mais frios.

Alimentação para gatos

No inverno o gato tem exigências e necessidades específicas.

A temperatura do corpo de um gato é mais alta do que a dos humanos, apesar disso, o frio e a humidade são percebidos pelo animal: devemos, portanto, prestar atenção e ajudá-lo a proteger-se.

A seguir algumas sugestões úteis.

 

Gato de apartamento ou amante da vida ao ar livre?

O gato de apartamento, acostumado a não sair nunca, no inverno vai procurar fontes de calor como cobertores, calefações ou aquecedores. Passará a maior parte do dia enroscado no quentinho, levantando-se apenas para ir comer. Dê carinho a ele no seu colo, talvez com uma manta ao redor, mas não descuide dos momentos de lazer e das brincadeiras: é muito importante que ele se mantenha ativo e feliz, não sedentário.

os bichanos que costumam sair, no inverno precisam estar protegidos do gelo. Geralmente não se consegue vesti-los com roupinhas, como acontece com os cães. É preciso, portanto, tomar algumas precauções como, por exemplo, deixá-lo sair nas horas menos frias e optar por áreas abrigadas ou aquecidas pelo sol.

Caso não seja possível encontrar áreas com estas características, é fundamental encontrar momentos para brincar com ele em casa, deixando-o correr, subir e trepar, enfim, satisfazer o desejo e a necessidade de movimento do bichano.

Considere que, no inverno, muitos gatos desenvolvem uma camada a mais de pelo que funciona como uma “couraça” e os ajuda a enfrentar melhor a exposição às temperaturas mais baixas.

 

O gato no inverno: a alimentação mais certa

Que seja um gato de apartamento ou um gato que gosta de sair, no inverno, é preciso modificar ligeiramente a alimentação dele. Uma parte da energia que o bichano obtém com o alimento é utilizada para a regulação térmica: fornecendo-lhe uma pequena quantidade a mais de alimentos, ele terá a energia necessária para regular melhor a temperatura do seu corpo. Para evitar dar alimentos (e por conseguinte energia) em excesso, que conduziria ao excesso de peso, peça um conselho ao veterinário e ao nutricionista da Schesir, sempre à sua disposição, que decerto saberão como ajudar.

Quanto aos alimentos, no site da Schesir, você encontra as linhas de produtos selecionadas para cada necessidade específica do seu gato.

Certifique-se de que a água e o potinho estejam sempre colocados num sítio quentinho e abrigado, de modo que o gato não pegue frio enquanto estiver a comer.

 

Para que o gato fique bem no inverno: siga as sugestões abaixo

No inverno, o gato gosta de dormir mais do que de costume, aconchegado no quentinho dos cobertores. Para tornar o dia do seu bichano mais agradável e divertida, siga as dicas abaixo:

  • Deixe as persianas abertas para que a luz e eventuais raios de sol entrem em casa, assim o gato poderá aquecer-se ao sol.  
  • Caso você fique fora de casa o dia todo e o aquecimento permaneça desligado, disponibilize cobertores ou mantas onde o gato possa abrigar-se e aquecer-se.
  • Ponha perto dos cobertores algum brinquedo para que ele possa encontrá-lo e divertir-se autonomamente na sua ausência.
  • Assim que você terminar o seu trabalho, dedique-se a ele: carinhos, mimos e brincadeiras pata torná-lo ativo, alegre e feliz.

Conclusões

Seguindo as sugestões que lemos no artigo, o seu gato poderá viver da melhor maneira a estação fria.

Procure fazê-lo brincar para que ele não se levante apenas para comer, para incluir movimento entre o sono e a refeição, entretenha-se com ele para mantê-lo sempre ativo e alegre. Na chegada da primavera ele estará em plena forma!

Se você gostou do artigo, partilhe-o com amigos e parentes, ficarão agradecidos por terem conhecido os melhores truques para passar um inverno sereno e tranquilo junto com o gato querido!

Acompanhe-nos na mídia social para não perder nenhuma novidade da Schesir:

Facebook

Instagram