Qual é a necessidade nutricional do seu cachorro?

A necessidade nutricional do seu cão também varia de acordo com o seu tamanho. Leia o artigo e certifique-se de alimentá-lo com o alimento mais adequado para ele!

Sem categoria

Os cães, para manterem-se em forma e saudáveis, precisam ingerir nutrientes importantes: proteínas, gorduras, minerais, vitaminas, fibras e água, na quantidade certa.
A quantidade destes componentes nunca deve ser inferior a um limite mínimo, e também varia de acordo com o tamanho do cachorro. Para evitar carências ou dosagens excessivas destes nutrientes, é muito importante escolher o alimento certo.

Cães de tamanho pequeno e Toy (1 – 10 kg aproximadamente)
Cães de tamanho pequeno têm um crescimento muito rápido em comparação com cães médios e grandes, basta pensar que eles completam o desenvolvimento nos primeiros 8 meses de vida. Este crescimento rápido requer alimentos altamente digeríveis para maximizar a absorção de nutrientes e garantir o crescimento adequado.
O metabolismo dos cães de tamanho pequeno é mais rápido e requer mais calorias do que o dos cães maiores: os cães pequenos consomem rapidamente a energia à sua disposição e dispersam mais calor.
O seu estômago é pequeno e requer croquetes de tamanho reduzido e fáceis de digerir.
Varia também a  quantidade de alimento que deve ser fornecido: proporcionalmente, um cão de tamanho pequeno ingere uma quantidade maior de alimento por quilo de peso do que cães de tamanho grande.
Recomenda-se a divisão dos alimentos em pelo menos 2 refeições, ainda melhor em 3, para manter os níveis constantes de energia e glicemia ao longo do dia.
Entre as raças de cães pequenos e toy encontramos, por exemplo: yorkshire, maltês, pinscher, chihuahua, pug.

Cães de tamanho Médio (11 – 25 kg aproximadamente)
As necessidades do cão de tamanho médio são intermediárias em relação às de um cão de tamanho pequeno e às de um cão de tamanho grande.
O crescimento é rápido e o adulto chega a pesar 50 vezes o peso do filhote recém-nascido: por isso é importante contribuir para o seu crescimento e garantir um funcionamento intestinal eficaz.
O metabolismo  do cão de tamanho médio requer menos calorias e proteínas do que o do cão de tamanho pequeno. As suas necessidades energéticas e proteicas diminuem proporcionalmente por quilo de peso.
É recomendável alimentar um cão de tamanho médio de manhã e à noite: é importante, portanto, dividir a ração diária em 2 refeições a serem administradas, se possível, nos mesmos horários, a fim de regularizar seus hábitos.
Entre as raças de cães médios encontramos, por exemplo: corgi, collie, beagle, husky.

Cães de tamanho grande de 26 kg aproximadamente)
O crescimento termina em torno de 2 anos e o adulto chega a pesar até 100 vezes o peso de quando era filhote. Justamente por este longo desenvolvimento, os cães grandes são mais predispostos a desenvolver problemas osteoarticulares. O metabolismo é mais lento, assim, a ingestão de energia não deve ser excessiva, para evitar problemas de excesso de peso que por sua vez podem causar problemas osteoarticulares. Vitaminas e minerais devem ser bem equilibrados, para que o esqueleto se forme lenta e corretamente.
O intestino é mais curto do que o dos cães menores e precisa de poucas fibras, para desacelerar o trânsito de alimentos e promover a absorção de nutrientes.
Também para os cães de tamanho grande são recomendadas pelo menos duas/três refeições por dia, mas por uma razão diferente: a administração de uma única refeição aumenta o risco de dilatação gástrica e torção do estômago (especialmente se o cão correr ou saltar após comer).
Entre as raças de cães de tamanho grande encontramos, por exemplo: Bernese Mountain Dog, akita, dogo, chow chow.